sobre mim

Jornalista, residente em Manaus (AM), com graduação e mestrado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e em busca de novas experiências no mercado de comunicação.

Tenho experiência em assessoria de comunicação e produção e planejamento de conteúdo para redes sociais, atuando tanto em órgão público como freelancer. Recentemente, tenho atuado como comunicador freelancer, prestando serviços como assessor de imprensa, social media e repórter colaborador. Sou apaixonado por cultura, em especial cinema e música, e interessado por iniciativas sociais e tecnológicas.

A seguir, você pode conferir alguns dos meus textos publicados, entre reportagens especiais como colaborador para portais e matérias e releases produzidos como assessor de imprensa.

Lei Aldir Blanc tem 11 editais lançados pela Prefeitura de Manaus

A Prefeitura de Manaus lançou nesta terça-feira, 13/10, onze editais referentes à execução da Lei Federal Aldir Blanc na capital amazonense. Quase 600 propostas poderão ser contempladas pelo repasse da lei, que representa um investimento de R$ 14.086.000, distribuídos em dez editais voltados a projetos artísticos e culturais e um edital voltado ao auxílio a espaços culturais afetados pela pandemia da Covid-19.

Parintins: artes e intercâmbios além do boi-bumbá

Nem só de vermelho e azul vive a Ilha Tupinambarana: tons de verde, preto, amarelo, branco e tantos outros, em traços diferentes, se misturam nos muros em frente ao Bumbódromo e no Centro de Parintins, próximo à catedral. Fora da região central, em outras ruas espalhadas pela cidade, também é possível encontrar paredes que estampam figuras de crianças e mães indígenas e ícones famosos e internacionais, como Frida Kahlo, todos em uma explosão de cores e diferentes técnicas.

“Me Chame Pelo Seu Nome”: cinema queer, narrativas e representatividade

Mesmo em tempos em que a indústria começa lentamente a galgar em direção a representações mais diversas das minorias nos filmes, nós, como público, ainda somos tão carentes de nos vermos na tela que o simples fato de surgir um filme com protagonistas homossexuais sendo de repente bem recebido e bem falado mundo afora antecipa meses de expectativa – "Carol" (2015) e "Moonlight" (2016) são alguns títulos mais recentes dessa leva, por exemplo.

Unidos pelo próximo e pela natureza

Atendimentos médicos e oficinas sustentáveis marcaram a celebração do Dia de Cooperar em Manaus. O local, na zona Leste da cidade, pareceu até pequeno para as mais de 12 mil pessoas que passaram pelo espaço ao longo do dia. A programação começou em pleno clima dos Jogos Olímpicos ao acenderem uma “pira olímpica” antes do início da caminhada ecológica, que reuniu membros de cooperativas, familiares e amigos.

Silvino Santos: um olhar pioneiro sobre a Amazônia

Silvino Santos nunca se naturalizou brasileiro. Não precisava: embora seus documentos acusassem sua nacionalidade portuguesa, foi em Manaus que Silvino se instalou e viveu boa parte de sua vida, adotando o Norte brasileiro como pátria-mãe. Foi assim que ele se consolidou como a primeira grande expressão do cinema amazonense, exercitando muito mais um olhar de dentro da região do que a visão exótica do estrangeiro comum, como se ele mesmo fizesse parte do povo dessa região.
Close